1VRPSP – 26.04.2016

 

Retificação de registro. Especialidade objetiva. Descrição – divergência. Usucapião. Gegran. Município – impugnação infundada. 1. RETIFICAÇÃO x USUCAPIÃO. A ação de retificação de registro não pode ser manejada como meio de aquisição de propriedade imóvel ou como substitutiva da ação de usucapião. 2. ESPELHO REGISTRAL. Demonstrada a divergência entre a área constante do título e a verdadeira área apurada no local, mostra-se justificada a retificação com o objetivo de espelhar a realidade do imóvel e regularizar sua situação. 3. IMPUGNAÇÃO PELO MUNCÍPIO. Não merece acolhida a argumentação impugnativa do Município quando nada apontou a desmerecer as conclusões a que chegou o expert do Juízo. 4. GEGRAN. A utilização do levantamento “Gegran” não gera máxima precisão por conta do seu método de formulação (sistema fotográfico). É usual que apresente distorção para o trabalho. (Ementa não oficial). @ Processo 0119742-69.2007.8.26.0100, São Paulo – 12 SRI, j. 8/4/2016, DJe 26/4/2016, Dra. Tânia Mara Ahualli.

CGJSP – 26.04.2016

Procuração falsa – bloqueio notarial. Averbação notícia. Publicidade registral. Procurações Falsas – Publicidade Notícia. Havendo risco concreto de fraude autoriza-se a averbação me matrícula do óbito do proprietário tendo em vista o bloqueio do ato notarial inquinado. (ementa não oficial). @ Processo CG 132.872/2015, São Paulo, dec. de 14/4/2016, DJe 26/4/2016, des. Manoel de Queiroz Pereira Calças. Legislação: LRP art. 246.