2VRPSP – 18.04.2016

Pedido de providências. Exumação – traslado – membros amputados. Lapso temporal. Exceção. Alvará judicial. Interesse dos familiares em ter o cônjuge sepultado no jazigo da família. Translado que vai ao encontro de crenças religiosas da falecida e familiares. Respeito à dignidade da pessoa humana em sua integralidade, “que incide, inclusive, no período post mortem“.  Inumação deferida. @Processo 1026285-48.2016.8.26.0100, São Paulo, j. 14/4/2016, Dje 18/4/2016, Dr. Marcelo Benacchio.